Apresentações gratuitas e abertas ao público ocorrem neste final de semana, sábado e domingo (21 e 22/8), nas Igrejas Conceição, Batista Central e Santa Teresinha


A Orquestra Jovem e a Escola Casa da Música realizarão três recitais gratuitos e abertos ao público neste final de semana. No sábado (21/8), a apresentação será às 14h30, na Igreja Conceição (Av. Independência, 230). No domingo (22/8), os recitais ocorrem às 11h30, na Igreja Batista Central (Av. Cristóvão Colombo, 616); e às 14h30 na Igreja Santa Teresinha (Rua Ramiro Barcelos, 386). Por conta da pandemia, as igrejas estarão abertas para metade da capacidade de ocupação de público, respeitando os protocolos sanitários.

Com regência de Ricardo Chacon, coordenador da Orquestra Jovem e Escola Casa da Música, os recitais terão obras de Leopold D. Mozart, R. Matesky e L. V. Beethoven. A Orquestra Jovem é um grupo de cordas composto por violinos, violas, violoncelos e contrabaixos. Além da Orquestra, haverá apresentações de grupos formados por estudantes de violão, piano, percussão, entre outros.


As apresentações marcam o encerramento da primeira edição do projeto, iniciado em 2017, retomado online em 2020 e presencial em julho de 2021. A iniciativa é realizada pela AACAMUS (Associação de Amigos da Casa da Música), viabilizada com financiamento do Pró-Cultura RS, da Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul e patrocínio da Satis Brasil. O projeto oferece aulas gratuitas de música para estudantes de escolas públicas de Porto Alegre e Região Metropolitana, com idades entre 6 e 16 anos.

Atualmente, mais de 200 jovens participam, podendo escolher uma entre 10 modalidades de instrumentos, combinados com aulas de canto ou xadrez. Em 2021, as aulas iniciaram em março, no formato online por conta da pandemia; e desde junho estão ocorrendo presencialmente na Casa da Música (Rua Gonçalo de Carvalho, 22 - Porto Alegre).

O objetivo do projeto é incluir crianças e jovens para que tenham vivência musical no turno inverso à escola. Também insere os estudantes em programações culturais da cidade, como recitais e concertos. Trata-se de uma forma de promover a transformação social por meio da música, incentivando o convívio social, estimulando o aprendizado e a elevação da autoestima, além de possibilitar a formação para acesso a emprego no futuro, fomentando o desenvolvimento da economia da cultura na área musical.

Além das apresentações nas igrejas, os estudantes do projeto se apresentarão na escola municipal José Mariano Beck e na Clínica Esperança de Amparo à Criança.

CASA DA MÚSICA DE PORTO ALEGRE


A Casa da Música foi fundada em 2009. Está localizada no belo sobrado número 22 da Rua Gonçalo de Carvalho. A casa, quase centenária, possui estilo arquitetônico com influência Art-Déco, e atrai turistas de várias partes do Brasil e do mundo.

Destinado ao ensino, à escuta e ao fazer artístico, é reconhecida como um importante espaço cultural voltado à música clássica e popular em Porto Alegre. Além de artistas gaúchos, já recebeu músicos de diversos estados brasileiros e do exterior, de países como Suíça, Alemanha, Estados Unidos, França, Argentina e Uruguai.

A Casa da Música ainda concentra aulas e masterclasses dos mais variados instrumentos, bem como é usada para estudo e ensaios individuais e em grupos. Além de ser a sede da Orquestra Jovem, formada por estudantes de escolas públicas.


Em recital virtual, jovem pianista interpreta Beethoven, Chopin, Liszt e Villa-Lobos

Há um ano, a Casa da Música Poa vem promovendo, através de suas redes sociais, uma série de recitais virtuais com o objetivo de levar para a casa de cada espectador apresentações com diversos músicos e musicistas nacionais e internacionais. Essa iniciativa decorreu da impossibilidade de realização dos recitais em formato presencial, como costumeiramente acontecia nesse espaço cultural até a chegada da pandemia de coronavírus.

Como sétima atração da temporada 2021 da CASA DA MÚSICA NA SUA CASA, haverá a apresentação da jovem pianista Mariaclara Welker.

O recital ocorre em formato virtual no domingo, 25 de julho, às 19h, e traz no programa as seguintes músicas:

Ludwig van Beethoven (1770-1827)

Sonata op. 53, “Waldstein”:

I. Allegro con brio

II. Adagio molto

III. Rondo. Allegretto moderato – Prestissimo

Franz Liszt (1811-1886)

Étude de Concert nº 3, “Un sospiro”

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)

Cirandas:

I. Terezinha de Jesus

II. A Condessa

VI. Passa, passa, gavião

A lenda do Caboclo

Frédéric Chopin (1810-1849)

Balada nº 1 em sol menor, op. 23

As apresentações dos recitais CASA DA MÚSICA NA SUA CASA seguem tendo novas estreias regularmente, sempre nos domingos, às 19h, e podem ser acompanhadas pelas redes sociais do espaço cultural.

Acompanhe os recitais nas redes sociais da Casa da Música Poa:

- Facebook: https://pt-br.facebook.com/CasadaMusicaPoa/

- Instagram: https://www.instagram.com/casadamusicapoa/

- Youtube: https://www.youtube.com/user/casadamusicapoa

Assista este breve vídeo para conhecer a nova identidade visual da Casa da Música Poa:

https://www.instagram.com/p/CK9Dv1KglQO/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

Sobre Mariaclara Welker

Mariaclara Welker tem 17 anos. Em 2020, recebeu o prêmio "Revelação" no Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, concorrendo com 122 candidatos de todo o país.

Apresentou seu primeiro recital público com apenas oito anos de idade, na Casa da Música. Sob a orientação da pianista Olinda Allessandrini, tem sido convidada como recitalista, e já atuou várias vezes na Casa da Música, na Estação Musical, no Salão Mourisco, no Multipalco do Theatro São Pedro, em Porto Alegre, e também apresentou recitais em Pelotas, Erechim e Montenegro.

Foi a mais jovem musicista aprovada no Concurso “Jovens Solistas” da Orquestra de Câmara da Fundarte, e por várias ocasiões foi solista com esta mesma orquestra. Esse concurso lhe rendeu convites para tocar com outras orquestras, como a Orquestra Filarmônica da PUCRS, a Orquestra Villa-Lobos, e a Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul. Atuou com os regentes Antonio Carlos Borges Cunha, Manfredo Schmiedt, Márcio Buzatto, Fernando Cordella, Cecília Silveira e Matheus Kleber.


Foi selecionada para as audições de alunos do Festival de Piano de Ivoti, no V e VI Gramado in Concert, em Gramado. Participou como executante em masterclasses de Alexandre Dossin, Ney Fialkow, Guigla Katsarava, Melanie Chen e Raphael Lustchevsky. Sua formação pianística contou com as professoras Fernanda Anders, Viviane Matschulat, Catarina Domenici e Olinda Allessandrini.


Érico Marques, Nayane Nogueira e Lucas Brayner interpretam Bach, Beethoven, Devienne, Schubert e Chiquinha Gonzaga em recital virtual


Há um ano, a Casa da Música Poa vem promovendo, através de suas redes sociais, uma série de recitais virtuais com o objetivo de levar para a casa de cada espectador apresentações com diversos músicos e musicistas nacionais e internacionais. Essa iniciativa decorreu da impossibilidade de realização dos recitais em formato presencial, como costumeiramente acontecia nesse espaço cultural até a chegada da pandemia de coronavírus.

Como sexta atração da temporada 2021 da CASA DA MÚSICA NA SUA CASA, haverá a apresentação virtual do grupo “Um Duo de Três”, formado pelos músicos Érico Marques (oboé), Nayane Nogueira (piano) e Lucas Brayner (piano).

O recital ocorre em formato virtual no domingo, 27 de junho, às 19h, e traz no programa as seguintes peças:

Ludwig van Beethoven (1770-1827)

5° Sinfonia

I. Allegro con brio

François Devienne (1759-1803)

Sonata em Sol maior para oboé e piano

I. Allegro Brillante

Johann Sebastian Bach (1685-1750)

Sonata em Sol menor para oboé e piano

Allegro

Adagio

Johann Sebastian Bach (1685-1750)

"Schafe können sicher weiden" (Cantata BWV 208)

Franz Schubert (1797-1828)

“Ave Maria"

Chiquinha Gonzaga (1847-1935)

Cananéa (arranjo: Hercules Gomes)

As apresentações dos recitais CASA DA MÚSICA NA SUA CASA seguem tendo novas estreias regularmente, sempre nos domingos, às 19h, e podem ser acompanhadas pelas redes sociais do espaço cultural.

Acompanhe os recitais nas redes sociais da Casa da Música Poa:

- Facebook: https://pt-br.facebook.com/CasadaMusicaPoa/

- Instagram: https://www.instagram.com/casadamusicapoa/

- Youtube: https://www.youtube.com/user/casadamusicapoa

Assista este breve vídeo para conhecer a nova identidade visual da Casa da Música Poa:

https://www.instagram.com/p/CK9Dv1KglQO/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

Sobre Érico Marques

Natural de Goiânia (GO), Érico Marques conheceu o oboé aos oito anos de idade, na orquestra da igreja que frequentava. Com dez anos, entrou para o conservatório da cidade. Aos 13, passou a viajar para Brasília para fazer aula de oboé. Em 2011, com 17 anos, ganhou o 1° Concurso Nacional de Oboés na categoria juvenil. Nesse mesmo ano, mudou-se para São Paulo. Estudou dois anos na UNESP, deixando a universidade quando foi aprovado para ser bolsista da Academia de Música da OSESP. Em 2015, venceu um dos prêmios do Concurso Eleazar de Carvalho, o que lhe possibilitou um intercâmbio na Royal Academy of Music, na Inglaterra. Participou como professor no Festival de Música de Câmara Villa-Lobos (Rio de Janeiro) e em várias edições do Festival Eleazar de Carvalho (Fortaleza). Atualmente, é oboísta da Ospa (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre).

Sobre Nayane Nogueira

Natural de Canápolis (MG), Nayane Nogueira iniciou seus estudos de piano aos 15 anos no Conservatório Estadual de Música de Ituiutaba com o professor Abnader Domingues. É mestre em Práticas Interpretativas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sob a orientação da Profa. Dra. Cristina Capparelli Gerling, e Bacharel em Piano pela Universidade Federal de Uberlândia, onde estudou com a Profa. Dra. Rosiane Lemos. Foi premiada em 1° lugar no Concurso Nacional de Piano Professor Abrão Calil Neto, 2º lugar no Concurso Nacional de Piano Cora Pavan Capparelli, 3º lugar no Programa “Segunda Musical” da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e Menção Honrosa no XXIII Concurso de Piano Souza Lima. Atualmente, cursa doutorado em Música na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sob a orientação de Cristina Capparelli Gerling.

Sobre Lucas Brayner

Natural de Recife (PE), Lucas Brayner iniciou seus estudos de piano aos sete anos, na França, com o professor Jean-Paul Marron. Dois anos depois, continuou seus estudos com o professor Yves Gidrol, formado pelo Conservatório de Paris. Quando se mudou para o Brasil, em 2007, estudou dois anos com a professora Geneide Moura, antes de se matricular na escola de música BL Music. Estudou com os professores Arthur Tenório, Marineide Rodrigues e Miguel Iago. Ingressou no curso de Bacharelado em Piano da UFPE em 2013, onde estudou com Heloísa Maibrada e Antonio Nigro. Foi correpetidor do Coro Universitário de 2013 a 2018. Foi professor na escola de música BSB musical, e na Extensão da UFPE, atuando como professor nos projetos Piano Criativo e Musiser da professora Heloísa Maibrada. Mestre em Práticas Interpretativas pela UFGRS, atualmente cursa Doutorado em Práticas Interpretativas – Piano pela UFRGS, sob a orientação da professora Cristina Capparelli Gerling. É professor de piano na Extensão do Programa de Pós-Graduação em Música da UFGRS.

Últimas notícias