violino1

O que oferecemos

Agende a sua aula experimental gratuita. Pode ser presencial ou online.

Clique no botão abaixo para mais informações.

Aulas de Violino

 

O violino é um instrumento musical, classificado como instrumento de cordas friccionadas. Foi inventado por Gasparo de Salò, um italiano que viveu desde o ano de 1540 até ao ano de 1610. O termo "violino" foi introduzido na língua portuguesa no século XX. Até então, a designação do instrumento era rabeca, palavra que ainda se utiliza em muitos lugares.

É o menor e mais agudo dos instrumentos de sua família [1] (que ainda possui a viola, o violoncelo e o contrabaixo, correspondendo ao Soprano da voz humana). O violino possui quatro cordas[2], com afinação da mais aguda à mais grave: . O timbre do violino é agudo, brilhante e estridente, mas dependendo do encordamento utilizado e da forma que é tocado, podem-se produzir timbres mais aveludados. O som geralmente é produzido pela ação de friccionar as cerdas de um arco de madeira sobre as cordas. Também pode ser executado beliscando ou dedilhando as cordas (pizzicato), pela fricção da parte de madeira do arco (col legno), ou mesmo por percussão com os dedos ou com a parte de trás do arco.

Assim como outros instrumentos de cordas, os violinos também podem ser amplificados eletronicamente. A sua utilização mais comum é nos naipes de cordas das orquestras. O género mais comum é a música de concerto. Existem no entanto diversos músicos que o utilizam na música folclórica, popular, rock e outros géneros.

Os violinos Stradivarius são provavelmente os mais valiosos do mundo. Foram feitos mais de mil instrumentos, entre eles violinos, violas de arcovioloncelos e outros instrumentos de arco pelo mestre Antonio Stradivari (1644-1737), mas actualmente restam poucos destes instrumentos. Um violino Stradivarius de 1720, não dos mais famosos, foi comprado num leilão em Novembro de 1990 por 1,7 milhão de dólares. Em 2006 foi leiloado na casa de leilões Christie's um Stradivarius de 1729 (Hammer) que foi arrematado por 3,5 milhões de dólares.

Aulas de Viola

 

A viola (também chamada viola de arco, violeta ou alto) é um instrumento musical da família do violino (de arco e quatro cordas), assemelhando-se visualmente a este, inclusive na maneira de se tocar. No entanto, possui um som mais encorpado, doce, menos estridente e mais grave, sendo o seu registo intermédio entre o violino e o violoncelo. Além destes três instrumentos, a família dos instrumentos de cordas friccionadas é composta também pelo contrabaixo.

A Viola de arco é o instrumento que mais se assemelha com a voz humana, seu timbre faz a voz Contralto, enquanto o violino faz a voz Soprano, o Violoncelo a voz Tenor e o Contrabaixo a voz Baixo.

A viola foi criada entre os séculos XIV e XV. A primeira Publicação relativa foi: Régola Rubertina em 1543 por Ganassi del Fontego.

Na música de câmara a viola sempre teve papel fundamental e faz parte da formação tradicional do quarteto de cordas.

Seleção de obras para viola:
Sonatas para viola e piano (J. Brahms)
Duo para viola e violoncelo (Beethoven)
Sinfonia concertante, para violino, viola e orquesta (Mozart)

Aulas de Violoncelo

 

O violoncelo é um instrumento da família dos instrumentos de corda. O termo "violoncelo" foi introduzido na língua portuguesa no século XX. Até então, a designação do instrumento era rabecão, palavra que ainda se utiliza em muitos lugares.

O violoncelo é tocado, geralmente, com arco, na posição vertical colocado entre as pernas, possui quatro cordas afinadas em quintas, primeira corda- LÁ, segunda- RÉ, terceira-SOL e quarta- DÓ. Dentes de cavalo é uma expressão utilizada para descrever este instrumento.

O instrumento pertence à sub-família dos violinos, que engloba os instrumentos orquestrais de quatro cordas afinadas em quintas. Essa família se diferencia da familia da guitarra tanto pela afinação, que ali se dá em quartas em vez de quintas, tanto pela forma diferenciada do instrumento.

Uma das primeiras citações sobre o violoncelo foi numa coleção de sonatas italianas anônimas, datada de 1665. Tornou-se popular como instrumento solista nos séculos XVII e XVIII.

Obras significativas com o instrumento:


Ludwig van Beethoven: Sinfonia Nº 5 (segundo movimento).
Johannes Brahms: Concerto para piano e orquestra Nº 2 (terceiro movimento).
Richard Strauss: Don Quixote (também com presença significativa de uma viola).
Dmitri Shostakovich: Concerto No.1 para violoncelo em Mi bemol Maior.
Ludwig van Beethoven: Sinfonia Nº 9 ( 2º Movimento).
Heitor Villa-Lobos: Concertos Nº 1 e Nº 2 e, Fantasia para Cello e Orquestra.

WhatsApp-icone

ENDEREÇO

Rua Gonçalo de Carvalho, 22

Porto Alegre, RS

(atrás do Shopping Total)

REDES SOCIAIS

Siga a Casa da Música POA

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
FALE CONOSCO
arrow&v