top of page
  • Foto do escritorKátia Debus

Casa da Música recebe violinista Ricardo Chacón e pianista Daniel Benitz na série Nobres Recitais

No recital serão apresentadas obras de Wieniawski, Grieg, Villa-Lobos e Piazzolla


No domingo, 25 de setembro, às 11h30, acontece o terceiro recital da série Recitais Casa da Música: Nobres Recitais da temporada 2022. Nesta apresentação, a Casa da Música Poa recebe o violinista venezuelano Ricardo Chacón, atualmente radicado em Porto Alegre, que será acompanhado pelo pianista Daniel Benitz. Os músicos interpretam obras de Henryk Wieniawski (1835-1880), Edvard Grieg (1843-1907), Heitor Villa-Lobos (1887-1959) e Astor Piazzolla (1921-1992). Os ingressos custam R$20 (meia entrada) e R$40 (entrada inteira). A Casa da Música Poa localiza-se na Rua Gonçalo de Carvalho, 22, próximo ao Shopping Total.


- - -

Série Recitais Casa da Música: Nobres Recitais

Recital com Ricardo Chacón (violino, Venezuela/Brasil) e Daniel Benitz (piano, Brasil)

Obras de Wieniawski, Grieg, Villa-Lobos e Piazzolla

Dia 25 de setembro, domingo, 11h30

Ingressos: R$20 (meia) e R$40 (inteira)

Local: Rua Gonçalo de Carvalho, 22

- - -

Sobre Ricardo Chacón

Ricardo Chacon Casanova é um violinista venezuelano que atualmente reside em Porto Alegre. É doutorando em performance instrumental (violino) na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), sob a orientação do Dr. Fredi Gerling. Iniciou seus estudos musicais na fundação musical Simón Bolívar (El Sistema). Em 2000, conquistou o posto de violinista na Orquestra Sinfónica Simón Bolívar do Táchira, com a qual realizou concertos por várias salas da Venezuela. Participou de masterclasses de violino, fazendo aulas com Simón Gollo, José Francisco del Castillo, Domingo Garcia e Luis Miguel Gonzales. Atuou como músico de orquestra e como músico de câmara na Venezuela, Colômbia, Panamá, Moçambique e Aruba.

Sobre Daniel Benitz

O pianista Daniel Benitz, natural de Porto Alegre, recebeu em maio de 2015 o título de Mestre em Música pela Universidade do Colorado, em Boulder. Lá, estudou e trabalhou com ênfase na colaboração vocal e instrumental. Durante o período de 2016 a 2019, trabalhou como pianista do Coral Unisinos Anchieta e da Orquestra Unisinos Anchieta, em São Leopoldo-RS. Em 2017, Daniel e o cantor Juliano Barreto produziram e interpretaram o espetáculo musical original "Ritual Tempo Negro", que estreou no Teatro Renascença, em Porto Alegre. Daniel atuou também como correpetidor vocal nas edições de 2017 e 2018 do Festival Internacional SESC de Música, em Pelotas-RS, e da edição de 2018 do Festival de Inverno da UFSM, em Vale Vêneto-RS. Em 2022, trabalhou como pianista do pioneiro curso Ópera Estúdio, promovido pela Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). Daniel assumiu, em agosto deste ano, o cargo de Técnico Administrativo em Educação – Músico/Pianista na Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), onde atuará como pianista colaborador nos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Música.

Acompanhe a Casa da Música Poa pela internet:

Comments


bottom of page